Competição Internacional

Equipe campeã da 1ª OBAP é premiada na primeira participação do Brasil na IESO

No dia 14 de outubro, os vencedores da primeira edição da OBAP (Olimpíada Brasileira de Agropecuária) estiveram no Câmpus Muzambinho para relatar a experiência que vivenciaram na Argentina, de onde acabavam de chegar. Eles representaram o Brasil na IESO (Olimpíada Internacional de Ciências da Terra) e conseguiram duas premiações: 3º lugar entre as melhores equipes e 1º prêmio de projeto de intervenção ambiental.

Essa foi a primeira vez que o Brasil participou da IESO. Outros 12 países também marcaram presença:Alemanha, Espanha, França, Ucrânia, Indonésia, Tailândia, Japão, Austrália, Índia, Coréia do Sul, Kwait e Estados Unidos.

A equipe brasileira foi constituída pelos estudantes Fabrício da Silva, Mayara Oliveira, Rafael Fernandes e Renata Silva; e recebeu orientação dos professores Inês Gomide e Luis Domingues. Todos os integrantes eram o câmpus Uberlândia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triânbulo Mineiro, e formavam o time que conquistou o 1º lugar na primeira edição da OBAP, realizada em 2011. A vitória na OBAP serviu como porta de entrada para a IESO.

A IESO ocorre todos os anos desde 2003 e podem participar alunos do ensino médio, menores de 18 anos. A olimpíada avalia habilidades e saberes em grandes áreas das ciências da terra, como geologia, geofísica, metereologia, ocenografia e meio ambiente. As provas são teóricas - medindo o conhecimento acumulado - e práticas - avaliando a capacidade de solucionar problemas.
Segundo Inês Gomide e Luis Domingues, o desafio mais interessante enfrentado pelos brasileiros foi o International Time Field Investigation. Essa prova prática exigiu que grupos formados por estudantes de diferentes nacionalidades projetassem uma solução para um problema geológico observado em Olavarria, cidade argentina que sediou a IESO 2012.

A OBAP é promovida pela Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do IFSULDEMINAS. Em 11 e 12 de outubro, cerca de 200 estudantes e professores de ciências agrárias do país inteiro se reuniram no Câmpus Muzambinho para a final da segunda edição da OBAP. A equipe vencedora, do Espírito Santo, está classificada para representar o Brasil na próxima IESO, que em 2013 será na Índia.

Ter, 06 de Novembro de 2012 19:32

Texto: Eder Sacconi e Camilo Prado