Resultados

 

Institutos Federais do Triângulo Mineiro e Goiano levam os primeiros lugares da Obap 2018
Próxima edição será em Foz do Iguaçu e integrará países de língua portuguesa e da América Latina

 

Confira a matéria na Tv Integração!

 

Um domingo repleto de emoções para as equipes vencedoras da 8ª edição da Olimpíada Brasileira de Agropecuária (Obap). A etapa final da competição foi realizada neste fim de semana, entre os dias 14 e 16 setembro, no Instituto Federal de Minas Gerais – Campus Bambuí. Os primeiros lugares desta edição ficaram com os Institutos Federais Goiano (IF Goiano) e Triângulo Mineiro (IFTM). A cerimônia de encerramento aconteceu no período da manhã, no Centro de Convenções do campus, e foi prestigiada pelo secretário de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, Romero Portella Raposo Filho, e pelo diretor de Desenvolvimento da Rede, Paulo Henrique Azevedo Leão.

 

A equipe Agrolife 2.0, do IFTM - Campus Uberaba, obteve a melhor nota na modalidade Técnico Integrado. Já a equipe Caryocar Brasiliense, do IF Goiano – Campus Iporá, levou o primeiro lugar na modalidade Técnico Subsequente. Os vencedores receberam medalhas e troféus. Também foram premiados os estudantes com melhores notas individuais. Nesta modalidade, por empate, os estudantes de Palatina (PR) e Uberaba (MG) levaram a melhor classificação. Ângelo Martin Goergen, do Colégio Agrícola Estadual Augusto Colombo, e Luís Eduardo Siqueira de Freitas, do IFTM – Campus Uberaba, dividiram a colocação com 22 pontos.

 

Durante todo o sábado (16), os 150 competidores classificadas para etapa final da olimpíada realizaram as provas teórica e práticas. Eles tiveram 1h30 para resolver 20 questões objetivas e 2 discursivas. Na parte prática, foram desafiados a cumprir três atividades envolvendo coleta de amostra de solos, operação da máquina semeadura adubadora e técnicas de inseminação artificial. Os resultados foram divulgados na manhã de domingo (17), quando as premiações foram entregues.

 

A classificação final leva em consideração as notas dos competidores na prova teórica, nas atividades práticas propostas na fase final e na elaboração de um vídeo (pitch) sobre Gestão Sustentável de Águas no Meio Rural. (Acesse!)

 

“Foram anunciando os nomes das equipes e nada da gente, achamos que ficaríamos em 10º lugar”, contou Allana Gabriely de Oliveira, integrante da equipe Caryocar, que levou o 1º lugar na modalidade Técnico Subsequente. Luíz Eduardo Siqueira de Freitas conseguiu um feito duplo, premiação por equipe na modalidade Integrado e melhor nota individual. “Não esperava de jeito nenhum. Já participamos no ano passado, em Barbacena, mas não conseguimos nem medalha de bronze”, disse.

 

Pela primeira vez em oito edições, um secretário da Setec/MEC acompanhou a premiação da olimpíada. Em seu discurso, Romero enalteceu a participação dos estudantes na competição, lembrando que ações como essa mostram o espírito da educação profissional ser fortemente atingido. “Todas as vezes que venho a uma antiga escola agrotécnica, parece que dá uma energizada ainda maior que qualquer outro campus, porque sinto que vocês carregam a cultura da educação profissional que a gente deve ter”. Também lembrou que todos os participantes são vencedores por chegarem até aqui. Ele garantiu recursos para a próxima edição e para a participação dos estudantes na Olimpíada Internacional de Ciências da Terra (IESO), na Coreia do Sul.

 

Marcelo Bregagnoli, reitor do IFSULDEMINAS e idealizador da Obap, agradeceu a presença do secretário da Setec/MEC e do diretor da Rede. Afirmou a importância da agropecuária para o país, como uma das grandes áreas que sustentam a economia. Fez questão de estender seu agradecimento à equipe organizadora, à direção, aos servidores e alunos do Campus Bambuí que estiveram envolvidos na condução das atividades. Explicou que essa edição trouxe mais atividades práticas para valorizar cada vez mais habilidades e técnicas associadas ao conhecimento. “O ensino profissionalizante só terá efeito e fará diferença na sociedade se for aplicado. Por isso, acho que esse momento deve ser acompanhado por gestores e por muitos professores, porque acredito que temos que intensificar a associação da prática com o conhecimento. Peço aos orientadores presentes que levem isso as suas instituições. Precisamos fazer com que essa ideologia seja intensificada”, disse.

 

Ele também explicou que pretende ampliar o âmbito internacional da Obap. Neste ano, a competição foi aberta a integrantes da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP). Cinco equipes oriundas de Portugal e Angola foram classificadas para a fase presencial, mas não puderam participar devido à dificuldade na obtenção de recursos por parte de suas instituições. Para o próximo ano, a competição será estendida à países da América Latina. “Uma olimpíada internacional ligada à agropecuária tem que partir do nosso país, já que somos o maior produtor agrícola do mundo”, enfatizou Bregagnoli.

 

Parcerias

 

A 8ª edição da Obap foi realizada pelo Instituto Federal do Sul de Minas (FSULDEMINAS) em parceria com o Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG). A organização da olimpíada conta com o apoio da Empresa Brasileira de Agropecuária (Embrapa), da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Cooperativa Regional de Cafeicultores de Guaxupé (Cooxupé). Além da equipe do IFMG, também integraram a comissão técnica docentes do IF SUDESTE MG, IFB, IFSP e IFSULDEMINAS.

 

Participaram da mesa de honra o reitor do IFSULDEMINAS, professor Marcelo Bregagnoli; o secretário da Setec/MEC, Romero Portella Raposo Filho; o diretor da Rede, Paulo Henrique Azevedo Leão, a pró-reitora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do IFSULDEMINAS, professora Sindynara Ferreira. Também fizeram parte da tribuna a equipe do IFMG – Campus Bambuí representada pelo diretor-geral, professor Rafael Bastos Teixeira; pela diretora de Administração e Planejamento, Maria Aparecida de Oliveira; pela diretora de Inovação, Pesquisa e Pós-Graduação, Ana Cardoso Clemente Filho; pelo diretor de Ensino, Mário Luiz Viana Alvarenga; pelo diretor de Extensão, Esporte e Cultura, Hudson Rosemberg Poceschi e Campos.

 

Próxima edição

 

Para o próximo ano, a competição terá mais uma novidade, pela primeira vez, será realizada fora do estado de Minas Gerais. A instituição anfitriã já foi confirmada, será o Campus Foz do Iguaçu do Instituto Federal do Paraná (IFPR).

 

IFSULDEMINAS na Obap

 

O Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS) teve duas equipes competindo nesta edição: Agroking, do Campus Inconfidentes, e AgroMuz, do Campus Muzambinho, que levou medalha de ouro.  

 

Confira todas as fotos no canal: Flickr Jamil e Flickr Obap

 

Fase Presencial

Confira a classificação das equipes na Fase Presencial da 8ª OBAP:

Informamos que houve retificação na classificação da modalidade subsequente em virtude de erro no calculo das provas práticas.

Classificação Final retificada

Notas Modalidade Integrado

Notas Modalidade Subsequente retificado

Gabarito questões objetivas

Ptchs prova sobre Água

Informamos que os certificados serão disponibilizados no site até dezembro.

Confira as notícias sobre a Fase Presencial:

Credenciamento

Abertura

Dia de Provas

Encerramento

Fase Escolar

Confira a classificação das equipes na Fase Escolar da 8ª OBAP:

Modalidade integrado/concomitante 

Modalidade subsequente 

CERTIFICADOS

Clique aqui para acessar os certificados da fase virtual

Clique aqui para acessar os certificados da fase presencial

Clique aqui para acessar os certificados da premiação