2015

Espírito Santo e Rondônia conquistam os primeiros lugares e medalhas de ouro na 5ª Olimpíada Brasileira de Agropecuária

22279349452 30c8e72e0e zDepois de três dias de evento, na manhã de domingo, 18, o Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS) realizou o encerramento e a entrega das medalhas de bronze, prata e ouro da 5ª Olimpíada Brasileira de Agropecuária (OBAP). A cerimônia realizada no Palace Casino de Poços de Caldas contou com a presença das 60 equipes participantes que somaram 180 alunos e 25 professores dos estados do Espírito Santo, Amazonas, Rondônia, Pernambuco, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

 

Na tribuna de honra da cerimônia, estavam o reitor do IFSULDEMINAS, Marcelo Bregagnoli; o diretor-geral do Campus Poços de Caldas, Josué Lopes; o vice-prefeito de Poços de Caldas, Nizar El-Khatib; o coordenador de fomento agropecuário da prefeitura, Ulisses Ferreira; o pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Alfredo José Luiz; o pró-reitor e a diretora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação do IFSULDEMINAS, José Luiz Pereira e Dulcimara Nannetti.

 

Sob a regência do Tenente Rodrigo, a Banda do 29º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais interpretou o hino nacional acompanhada de pé por todos os presentes. Em seguida, o pesquisador Alfredo Luiz e a coordenadora técnica da OBAP, Cássia Ribeiro, fizeram a entrega das minibibliotecas da Embrapa para as instituições que, pela primeira vez, participaram da fase presencial da Olimpíada. Os acervos com 120 publicações, 80 vídeos e 160 programas de rádio foram entregues para os representantes do IF Sertão Pernambucano – Campus Ouricuri, do IF Amazonas – Campus Itacoatiara, da Escola Técnica (ETEC) Benedito Storani, da Universidade Federal de Viçosa (UFV) – Campus Florestal e do IF Sul – Campus Pelotas.

 

Equipes premiadas

21671201053 d95a33626f zA premiação por equipes, o momento mais aguardado da OBAP, foi acompanhada de muita emoção pelos participantes. Na categoria Técnico Subsequente, entre as 10 equipes concorrentes, três receberam a medalha de bronze, duas a medalha de prata e uma equipe a medalha de ouro. Com 65,5 pontos (1º lugar), a equipe “Estado Rondon”, do Instituto Federal de Rondônia – Campus Cacoal recebeu medalha de ouro e um dos troféus da competição. Em 2º lugar (medalha de prata – 51,5 pontos), ficou a equipe “Acroverde”, do Colégio Técnico da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Em 3º lugar, com 51 pontos (medalha de prata), a equipe “Agrosub” do Instituto Federal do Espírito Santo (IFES) – Campus Itapina. Com 42 pontos, a “Game Over”, do IF Sertão Pernambucano, levou medalha de bronze e o 4º lugar para casa. Na 5ª colocação (bronze – 41,5 pontos), “Carcará”, também do IF Sertão Pernambucano. E o 6º lugar (bronze – 40,5 pontos) foi para a equipe “Agrobulls”, do IFES – Campus Itapina.

 

Na categoria Técnico Integrado/Concomitante, com 50 equipes concorrentes, foram entregues cinco medalhas de bronze, cinco de prata e mais cinco de ouro. A grande campeã da competição foi anunciada pelo reitor do IFSULDEMINAS, Marcelo Bregagnoli. Em 1º lugar, com medalha de ouro, troféu e o convite para participar da seletiva da equipe mista que representará o Brasil na Olimpíada Internacional de Ciências da Terra (International Earth Science Olympiad – IESO), que será realizada no Japão no ano que vem, ficou a equipe “Os Jecas”, do IFES – Campus Itapina. “Os Mosqueteiros”, também do Campus Itapina, levou o 2º lugar. Por seu desempenho na competição, Ronaldo Ribeiro, um dos “Mosqueteiros” também ganhou o troféu de melhor nota da OBAP 2015. As outras medalhas de ouro foram para: “Cardeal 2.0” (3º lugar – 71 pontos), do IFES – Campus Alegre; “AGPI 3.0” (4º lugar – 71 pontos), do IFES – Campus Itapina; e “Agropec Bambuí” (5º lugar – 70,5 pontos), do Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG) – Campus Bambuí. As equipes medalhistas de prata foram: “Agrolouco” (6º lugar – 69 pontos), IFES – Campus Itapina; “CTA Bambuí” (7º lugar – 67,5 pontos), IFMG – Campus Bambuí; “ETEC Best” (8º lugar – 65 pontos), ETEC Benedito Storani; “Jacus da roça” (9º lugar – 64 pontos), IFES – Campus Itapina; “Agronorte” (10º lugar – 62,5 pontos), UFV - Campus Florestal. As medalhas de bronze ficaram com: “Os Farming” (11º lugar – 62 pontos), IFES – Campus Itapina; “Doctors Bambuí” (12º lugar – 61 pontos), IFMG – Campus Bambuí; “Originais” (13º lugar – 61 pontos), IFES – Campus Itapina; “Agricolino Bambuí (14º lugar – 60 pontos), IFMG – Campus Bambuí; “B ao Cubo” (15º lugar – 59,5 pontos), IFES – Campus Itapina.

 

22104270880 304218f562 zDepois da premiação das equipes, em seu pronunciamento, o reitor do IFSULDEMINAS, Marcelo Bregagnoli, agradeceu o empenho de todos os servidores envolvidos na condução da OBAP. O servidor Joarle Magalhães recebeu medalha em nome da equipe, como forma de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido na organização. Bregagnoli disse também que a preparação do evento começa sempre um ano antes e que a proposta da sexta edição da Olimpíada acaba de ser enviada para o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Afirmou que, para 2016, o evento será reformulado por meio da adesão de novos conceitos. Citou ainda o prestígio adquirido pela competição ao longo dos anos, reconhecimento este que, segundo ele, trouxe a IESO para o IFSULDEMINAS e para Poços de Caldas (a competição ocorreu no Brasil no mês de setembro). “A OBAP, muito além de um processo de competição, é um processo educativo. Por isso quero muito agradecer a todos os educadores aqui presentes. Essa oportunidade é única. Levem sempre essa mensagem com vocês”, destacou.

 

A emoção dos ganhadores

Medalhistas de ouro e primeiros lugares na modalidade Técnico Subsequente, Darlene Teixeira, Juliano Silva e Carlos Vasconcelos estavam muito orgulhosos pelo excelente resultado da equipe “Estado de Rondon”, do Instituto Federal de Rondônia – Campus Cacoal. “A prova estava bem difícil. Achamos que não tínhamos ido bem. A gente queria muito estar aqui. Aprendemos muito” comentou Darlene. Em sua primeira OBAP, a estudante do último período do curso Técnico em Agropecuária disse ainda que, assim que chegaram em Poços de Caldas, na quarta-feira, dia 14, ela e seu grupo estudaram até quase meia-noite para as provas. Muito contente pelos seus alunos, o coordenador da equipe, professor Marco Antônio de Oliveira, falou que o conhecimento adquirido em sala de aula e os estudos em grupo foram decisivos. “Essa vitória é muito gratificante tanto para o aluno quanto para o professor. É o melhor presente que podemos ter”, finalizou.

 

Os integrantes da equipe “Os Jecas” não conseguiam esconder a grande alegria e surpresa que sentiram ao ganharem o título de 1º lugar da modalidade Técnico Integrado/Concomitante da OBAP 2015. Cecilia Miliorelli, Milena Boasquives e Alessio Zerbini são estudantes do 3º ano do curso Técnico em Agropecuária do IFES – Campus Itapina. “Tudo que aprendi, eu apliquei aqui. O quê vale é lutar para conquistar nossos sonhos. Agradeço a dedicação de todos os nossos professores”, frisou Milena. “Foi a primeira participação minha e de minhas colegas de equipe. Nunca tinha participado de algo assim. Vou levar a experiência e o conhecimento adquiridos com as provas e, na lembrança, as pessoas que eu conheci”, afirmou Alessio. Muito satisfeita, a coordenadora da equipe e também diretora de ensino do Campus Itapina, professora Patricia Soares Fontes, explica que, no campus, há dois anos, assim que iniciam as aulas, os alunos interessados em competir na OBAP participam de um curso preparatório para a Olimpíada, com aulas semanais extras. “Estou muito feliz. Não esperávamos tanto. Esse resultado é fruto do trabalho conjunto de todos os professores dos cursos técnicos em Agropecuária e Zootecnia”, salientou.

 

21669504054 c93576857f zMais um destaque do Campus Itapina foi o título e troféu de melhor nota da OBAP 2015 para o estudante do 2º ano do curso Técnico em Agropecuária, Ronaldo Ribeiro. O morador da zona rural de Pancas, interior do Espírito Santo, também foi medalhista de ouro e 2º lugar com sua equipe “Os Mosqueteiros”. “Vim para cá para ganhar medalha e dar orgulho para minha família. É uma satisfação muito grande poder representar minha escola e fazer história”, afirmou Ronaldo que, além dos estudos no IFES, ajuda o pai na lida na roça.

 

Além do Instituto Federal do Espírito Santo – Campus Itapina que teve ao todo 10 equipes medalhistas (03 ouros, 03 pratas e 04 bronzes), outro IF que se destacou na OBAP 2015 foi o Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG) – Campus Bambuí, com quatro equipes premiadas na modalidade Integrado/Concomitante (01 ouro, 01 prata e 02 bronzes). Segundo Samuel Fonseca Amaral, pedagogo e coordenador de duas equipes do Campus Bambuí, o segredo está na dedicação, esforço e companheirismo dos alunos, na qualidade do ensino e no empenho dos professores orientadores. “Foi uma vitória para o campus inteiro. Estamos muito satisfeitos, pois isso mostra o conhecimento adquirido ao longo de todo o curso”, argumentou.

 

A Olimpíada

 

A Olimpíada Brasileira de Agropecuária é uma competição de conhecimentos que reúne alunos de todo o país. A proposta é estimular jovens do ensino médio e técnico em atividades de pesquisa e de inovação, além de envolvê-los em ações de desenvolvimento regional e produção de tecnologias que resultem em benefícios para a comunidade. A OBAP é uma realização do IFSULDEMINAS em parceria com a Embrapa e o apoio do CNPq.

 

No sábado, 17 de outubro, os competidores desta quinta edição do evento realizaram provas teóricas e práticas no Campus Poços de Caldas. Os participantes foram recepcionados na sexta-feira, 16, com um jantar e apresentações culturais no Palace Hotel, onde estiveram hospedados.

 

A fase presencial em Poços de Caldas contou com a presença de 60 equipes, sendo que 50 foram formadas por estudantes de cursos técnicos integrados ao Ensino Médio e 10 por alunos de cursos subsequentes. Antes desta fase, as equipes inscritas no evento foram submetidas a duas provas virtuais. A OBAP 2015 teve 615 equipes inscritas de escolas federais, estaduais e municipais, totalizando cerca de 2500 participantes. Vinte e cinco estados estiveram representados. Os estudantes inscritos são de cursos técnicos em Agropecuária, Agricultura, Agroecologia, Zootecnia, Agronegócio, Alimentos, Agroindústria e cursos do Eixo Tecnológico Recursos Naturais. A temática deste ano da OBAP foi “solos”, a mesma proposta escolhida para o Ano Internacional da FAO/ONU (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura).

 

Texto: Daniel Aroni/ Ascom IFSULDEMINAS

Fotos: Fernando Dias/ Ascom IFSULDEMINAS

  • Fase final:

 

Confira a classificação da fase presencial da 5ª OBAP

 

Clique aqui e veja mais fotos do evento

 

Vídeo OBAP 2015

 

 

  • Leia mais:

 

Equipes enfrentam testes teóricos e práticos no segundo dia da OBAP

 

Jantar no Palace Hotel marca recepção aos participantes

 

 

  • Confira a classificação das fases virtuais da 5ª OBAP:

 

Equipes dos cursos integrados/concomitantes

Equipes dos cursos subsequentes